Edícula Habitável


ACABOU MAS TEM MAIS!

Esta Edicula , que um dia abriu suas portas para abrigar temporariamente, as  conversas fiadas  sobre os caminhos por onde andou meu coracão , jah cumpriu o seu papel.

Portanto: PORTAS ENCERRADAS!

Acabou , mais tem mais . Estamos funcionando sob nova direcao, apareça :

http://porondeandoumeucoracao.blogspot.com 



Escrito por Vania Beatriz às 10h22
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Por Onde Andou Meu Coração - Macapá

Maio/2010

O casamento de Yuri, sobrinho de namorido, que vimos nascer, nos levou à Belém. Foi uma gostosa reunião familiar, com a presença de nove cunhad@s. De quebra ainda revi minha amiga Flavenet , que mora em Paris e passa férias em Belém.

Em seguida fui passar o Dia das Mães em Macapá, dois dias corridinhos , divididos entre a família e os amigos.

Deu tempo de assistir ao show de Juliele, na Choperia  da Lagoa. A mana Zany, cansada não foi, Dulcivânia desistiu, Emilia estava com “preguicinha” e Luz Marina já tinha compromisso. Fui na companhia das amigas Help e Eli, e demos a sorte de encontra Brandão, a quem não víamos desde o tempo de colegiais do CA.

O show  Foi Show  contei aqui, mas a versão final do texto , vai no próximo post.

 



Escrito por Vania Beatriz às 12h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Por Onde Andou meu Coração -SP

São Paulo

Chegamos no domingo a tarde, bem a tempo de participar do Turismetrô . Fizemos o roteiro da Sé, recomendo começar por este.

Ficamos num hotel na Av. Ipiranga, a um pulo (o táxi deu R$8,00) da José Paulino, o paraíso das sacoleiras de boutiques. Encontrei roupas (de griffe) a preço 3 vezes menor que os pago em PVelho.

Fechamos o pacote com rapida passagem pela 25 de Março e comendo pastel de bacalhau no Mercadão.



Escrito por Vania Beatriz às 10h59
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Por Onde Andou meu Coração

Abril /2010

São José dos Campos - SP 

Fui à SJC para uma atividade presencial do curso de Especialização em Jornalismo Científico, que curso na UNIVAP. Lá revi a amiga Flabb e sua família, e conheci pessoalmente a Lú , amizade que começou virtual, desde quando ela mantinha o blog Pequena Koala.

Fui na adorável companhia de minha filha. A gente se encrenca, mas se diverte juntas. Já no avião conhecemos um paulista (Fabrício) um advogado recém formado, que voltava de uma temporada de férias no Ceará. Super simpático, nos deu as dicas  de como se virar em SP.

Sim, porque depois da obrigação em SJC, fomos à diversão e ao consumo em SP.



Escrito por Vania Beatriz às 10h48
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Por Onde Andou Meu Coração

Esse ano tem sido de muitas viagens, ainda nem acabou o primeiro semestre e já fui a Belém/Macapá por duas vezes, e uma a São Paulo/SJC. Nos caminhos por onde andei, foram “tantas emoções” que ai vão em síntese para ficar o registro:

 

Março/2010

Em Belém participando de evento do Sindicato, do qual sou Diretora de Imprensa. Apesar de estar as voltas com a monografia de especialização, deu pra curtir o prazer de mergulhar em águas doces da Praia do paraíso, em Mosqueiro.

Se vou a Belém, não deixo de esticar até  Macapá , rever a família, conhecer os novos membros,  como a Ana Luiza, que  chegou dia 16/02 e comigo aprendeu o prazer de tomar um banho bem calminha. e levar tio Lulu p/ cortar os cabelos e tomar água de coco na beira-rio. E comer camarão na fazendinha , na companhia de amigas.

 



Escrito por Vania Beatriz às 10h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Tuitando

ou, porque não blogo mais:

 

13. No supermercado, compra de ovos de chocolate p/ @s afilhad@s, ainda bem que só são 2. Porque os preços estão de lascar qualquer madrinha! about 1 hours ago via web

14. Fui ao xopi, desafiando a Lei do Consumo: entrar e sair em 15 min, só pra pegar meu livro na @Exclusiva e uma calça na Ellus. Conseguimos!

  15. Cheguei em casa, tinha visita do vizinho novo. Em tempos modernos, nada de pedir pó p/ café, veio emprestar o acesso a internet!

  16. Na volta, na Dutra c/a Pinheiro, um espertinho parou no sinal vermelho, olhou só p/ 1 lado e avançou.Escapou de ser pegue por um truck #tremi

  17.  Seria a estréia de minha filha no time da #FSL (Faculdade São Lucas), participando da Copa de Vôlei, mas na 5a. ela torceu o tornozelo no treino, tá de molho!

  18. Fui no Cláudio Coutinho só p/ levar a minha filha, mas bastou ouvir os primeiros gritos e o apito, não resisti, fiquei! #amoVoleibol

  19. Boa tarde!!! acordando p/ a segunda etapa do sábado. A manhã foi movimentada: volei, shopping, supermercado, livros e visita de vizinho novo about 2 hours ago via web

  20. @juhmascarenhas ESTOU REVOLTADA COM A #UNIRON #PRONTOFALEI // Quando eu digo que é uma Di-Faculdade vc. me entende não é?

 



Escrito por Vania Beatriz às 22h54
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


twitter preferidos de agosto

Meus  twitter preferidos  de agosto 2009

 - Meninos eu vi: a reportagem do Esporte Espetacular do domingo na Globo, sobre as crianças no Haiti. Contraditoriamente linda , emocionante! 4:36 AM Aug 1st from web

 - Os opostos se atraem?. Tomara que esta máxima seja verdadeira. Tenho atraido gente chata, grande chance de eu nao ser uma delas! 6:41 AM Aug 4th from web

 - Bem feito p/ mim q não sei trabalhar sem o som da TV , nem assisto futebol: tive que aguentar Ronaldo Esper , q está a cara do Beiçola kkkk 11:16 PM Aug 5th from web

- Mudaram o Dia da Mentira para 05/08/09: ".... respeito a liberdade de imprensa, nunca tendo processado jornalista algum” (José Sarney) 7:41 AM Aug 8th from web

 - Ah se não fosse o esporte Espetacular para salvar minhas manhãs de domingo na TV! 1:21 AM Aug 24th from web



Escrito por Vania Beatriz às 02h26
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


O segundo tweet

Quem é Imbauba mon Dieu?? eu preciso saber!



Escrito por Vania Beatriz às 02h18
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


O primeiro tweet

O primeiro tweet a gente nunca esquece

O bom é que o twitter serve de memória. Criei em abril, este foi o primeiro tweet: 

Lendo jornal de papel, não é incrível!?



Escrito por Vania Beatriz às 01h33
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


O ano acabou

O ano passou rapidamente. Dez  entre dez pessoas que conheço acham  a mesma coisa. Tão rápido e tão cheio de coisas, que o blog acabou por ficar cada vez mais "de_vez_enquandário", perdendo a vez para o orkut e agora para o twitter.

Para ficar o registro, vou tentar fazer uma retrospectiva deste ano que está acabando e  apesar de algumas NÂO-conquistas, como não ter defendido meu TCC de conclusão em Jornalismo, não ter publicado meu livro técnico, não ter me inscrito no programa de doutorado e não ter minha filha aprovada no vestibular de Medicina ( ela bateu na trave, fez 68 pts e a nota de corte foi 69).

Apesar destas e de outras coisas, contabilizo com saldo positivo, sobretudo por estar chegando a meio século de vida, com saúde e "cheia de amor pra dar" (rsrsrs). 



Escrito por Vania Beatriz às 21h41
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


ZÉ MIGUEL EM PORTO VELHO - TRÊS  SONHOS EM UM

 

Foi uma noite memorável,  a realização de um sonho ver e ouvir o amapaense Zé Miguel cantando em Porto Velho, dividindo palco com o  Zezinho Maranhão.


Emocionada, lembrei da primeira vez que ouvi Zezinho Maranhão cantar, foi há 20  anos, na quadra do SESC. O  show era de Xangai que ao final chamou-o para "dar uma canja", e Zezinho foi lá e deu um "sopão", roubou a cena, me encantou! Isso rendeu uma crônica no Jornal Alto Madeira.

Relembrei que sai de Macapá  tão "jitinha" que não conhecia a música  de Zé Miguel e de tantos outros (Amadeu Cavalcante,  Fernando Canto, Osmar Jr., Negro de Nós, Grupo Pilão, etc) . Foi minha irmã Zany quem começou a alimentar minha alma poeta, me enviando como presente cada CD que saía por lá.

Conheci, gostei, divulguei. Passei a ser uma propagadora da música  feita na (e por gente da) Amazônia, nos caminhos por onde  andei:  Minas, França e Rondônia obviamente.

Foi numa noite chuvosa de 2003, em que se festejava o aniversário de Macapá, com  queima de fogos e ressoar dos canhões da Fortaleza de São José, que conheci Zé Miguel. Foi minha irmã Jane Maria quem o apontou. Eu me investi de uma coragem, de quem há muito deixou de ser tímida, e me aproximei, puxei conversa, me declarei fã.

Falei do meu trabalho de formiguinha na divulgação, acho que foi ali que ele mencionou pela primeira vez a vontade de vir  cantar em Porto Velho. Desde aquela noite venho sendo uma das vértices desse triangulo amoroso musical (musical! que fique bem claro, seu Airton, D. Alice e D. Araciara) tentando ajudar a viabilizar esse sonho de ambos os três.

Assim como o Divino nos dá a música, Ele também nos dá o caminho e a hora certa de realizar os sonhos. Depois de tentativas frustradas, o momento chegou graças à generosidade e o carisma de Zezinho Maranhão, e a dedicação de Alice Poltronieri, que arregimentaram um exército de amigos e fãs  dos artistas (como o casal Zaine e Olinda, o Chiquinho e muitos outros) que os ajudaram nessa empreitada.

 

O plano era de que Zé Miguel chegasse um dia antes do show, teria tempo para conhecer  Porto Velho à noite, quem sabe dar uma canja no Canteiros ou no Vidigal. Mas  a passagem aérea, "assegurada" por uma agência de viagem - deve estar vindo de trem pela Madeira-Mamoré -  não saiu, não chegou. Sexta-feira 13, sorte do Zezinho que não tinha a passagem mas tinha amigos e foram estes que o tiraram do sufoco.

 

Zé Miguel chegou na madrugada do sábado.  Foi  tomar a benção e café com a Dindinha (a mãe do Zezinho); depois gravar entrevista  com  a bela  e talentosa jornalista Emanuela Palma, na TV Rondônia. Em seguida, após almoço na Public  House, levei-o para um rápido city-tour, antes de deixá-lo no hotel onde iria descansar até a hora do ensaio.

 

Disse-o bem, "iria". Pois  foi só botar o pé no Mercado Cultural que Zé Miguel (que só fora ali para conhecer o mercado, fazer foto de turista) conheceu um pouco mais da receptividade portovelhense.  Deu  a sorte de encontrar muita gente boa que "... pos o pé na profissão de tocar um instrumento e de cantar..." :  Lito Casara e seu bandolim; o violão e a voz dos irmãos Jhonson: Bubu e Júnior.

 

Apresentei-os, convidamos para o show à noite.  Zé Miguel ficou a admirar o violão de Bubu, mas os habituées do Bar do Zizi, pediram “manda uma aí...” . Ele mandou Pérola Azulada, composição em parceria com Joãozinho Gomes, uma ode à mãe Terra.


 

Ensaiou se despedir, mas a turma pediu “mais uma”, e não era cerveja. O Zé de Macapá “... foi que foi ficando...”, foi que foi cantando “Amor em preto e branco” e o Lito já o acompanhando.  Depois foram os irmãos Jhonson  e o próprio  Lito que mostraram  suas artes para o Miguel. Virou mini-show, para uma seleta e privilegiada platéia que não conseguirei nominar a todos, mas dentre eles estavam: o Casara que trabalha na CEPLAC, o Donizete que se emocionou às lágrimas e o Enio Melo, que dia 19 vai estar naquele espaço com o show Eternamente Cartola.

 

Quanto ao show dos Zés na noite do sábado no SESC ? Eu sou suspeita pra falar, portanto, quem não foi que pergunte  a eles e elas: Bado, Benedita, Binho, Bira, Bia e Jorge, Beta Amazoniando, Diego Gimenez, Dênis, Dindinha Ma. Madalena, Elisana, Elisa Cristina, Francisca Dias e a filha amapaense  Ana Karina, George,  José Nilton e Vanderli,  João Guedes, Leida, Mara, Mado, Madah, Michelliny, Nestor e Odê,  Rudy e o  filho, Sérgio Ramos, Rosa e Nilo, Raimundinha, Silvia  e  César, Paulo, Vitória Régia, toda essa gente boa, e muito outros estiveram lá.  

Quer ver mais fotos do evento? passa lá no http://www.sergioramos.com.br , com certeza tem ou terá.

 


 



Escrito por Vania Beatriz às 04h17
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Show dos Zés

IMPERDÍVEL!!!  SHOWS DE ZEZINHO MARANHÃO


TRÊS! No SESC/Esplanada, nos dias 31/out, 07 e 14/Nov. As 20:30h


31 de outubro, Zezinho Maranhão.

07 de novembro, Zezinho Maranhão e Antonio Pereira, de Manaus.

14 de novembro, Zezinho Maranhão e Zé Miguel, de Macapá.

Por onde andou Zezinho Maranhão?

Depois de muito trabalho, desenvolvendo vários projetos, dentre eles o novo CD, “É agora, Zezinho!” que será lançado no início de 2010, o show vai mostrar em primeira mão o repertório novíssimo que comporá o novo CD do grande artista Zezinho Maranhão.

Farão parte desse belíssimo show composições do artista que homenageia segmentos culturais tradicionais de Rondônia, a exemplo do samba composto em homenagem ao ‘Galo da Meia Noite’, famoso bloco carnavalesco de Porto Velho e ao “Boi Corre Campo’ do Areal e claro, estendida a seu amo.

Antes bem acompanhado do que só.

Quem mais poderia dar a Porto Velho um presente tão valioso quanto esses três belos momentos, senão um artista, poeta, compositor, cantor e intérprete que em sua autenticidade musical ultrapassa as fronteiras do regionalismo e busca a universalidade em seus poemas e sons, senão o grande Zezinho Maranhão que encanta a todos com sua arte?

Como sua característica generosidade Zezinho Maranhão dividirá o palco com vários artistas: Na noite de 31 de outubro, farão participações especiais os artistas: Ceiça Farias, Elisa Cristina, Samuel Pessoa, do Quilomboclada, a pianista Litssia Moreno.

No dia 07/11 o parceiro de palco será Antonio Pereira. Ele tem 4 CDs gravados que externam seu talento em poetizar sua “aldeia” e a simplicidade de viver irmanado a natureza, bem como sua luta pela preservação do meio ambiente.

No dia 14/11 finalizando essa série de shows, com chave de ouro, teremos ao lado de Zezinho Maranhão, abrilhantando pela primeira vez a noite de Porto Velho, o  ZÉ MIGUEL versátil e completo músico, de Macapá.

Zé Miguel é um artista que como ninguém expressa o sentimento e a beleza que vem na alma de nossos ancestrais africanos com seu ritmo, gingado e expressões trazidas das danças da Senzala, sem perder seu lado romântico e sensível. Com vários CDs gravados e uma extensa agenda cultural a cumprir, se organizou e virá nos dar a satisfação de conhecermos de perto seu trabalho.



Vale a pena conferir. Serão momentos imperdíveis!


Os ingressos estarão à venda na Discolândia, a preços acessíveis, R$ 10,00 e estudantes, idosos, crianças e comerciários só pagam meia, R$ 5,00.


Não perca!

(A partir de texto de Alice Poltronieri)



Escrito por Vania Beatriz às 09h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


TODO MUNDO É HONESTO...

Na semana passada fui fazer um depósito bancário de valor alto o suficiente para dar entrada em um carro popular. O dinheiro (retirado de outro banco) estava em um pacote com um passa-fita onde constava o valor, (temendo chamar a atenção de um possível ladrão, não conferi) confiei na máquina que o separou. No outro banco, pedi que o caixa conferisse, ele contou apenas o primeiro pacote de notas de R$50,00. No dia seguinte ele me ligou, faltara R$100,00 em seu caixa , e ele lembrou que não conferira o segundo pacote. Eu não conferi, ele também não, talvez o certo fosse dividirmos o prejuízo, mas fui lá e paguei os R$100,00 faltantes.

 

Quando voltei ao Banco ele me agradeceu, relatou um prejuízo de R$1.300 que levara na semana anterior ao fechar seu caixa. Disse-me também, que achou que eu não acreditaria que faltara o dinheiro.

 

Eu agi de acordo com a minha convicção de que “todo mundo é honesto, até prova em contrário”. Ou seja, se ele se deu o trabalho de localizar meu telefone (pelo cheque) e me contactar, foi na certeza de que estava ali o furo. Acredito, que caixa nenhum faz isso deliberadamente “...só pra ver se cola!”

 

Mas, estou esperando (sentada) que o caixa do banco de origem do dinheiro, também acredite que eu não me daria ao trabalho de voltar ao banco, para reclamar a falta de R$100, só pra ver se cola!  

 



Escrito por Vania Beatriz às 07h49
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Quando uma porta se fecha...

Começou ontem em Macapá o III Fórum Ciência e Sociedade Brasil - França.

Desde que fiquei sabendo do evento, manifestei a amigas e colegas da Embrapa meu interesse em participar do evento, levando a minha proposta de uso de música amazônica para a sensibilização para as questões ambientais.

Tudo parecia conspirar a favor , minha proposta de trabalho tinha tudo a ver com o os objetivos do evento que envolve jovens de diversas localidades do Brasil e da França. E eu estava em Macapá até o dia 17 de outubro, bastava esticar a temporada em minha terra por mais uma semana. Falei com “deus e o mundo “ mas não deu !

Vim embora com o gosto amargo da frustração, menos por não ter  conseguido  ficar e participar, mais por ter sido ignorada por pessoas consideradas amigas , e que não tiveram a consideração de me dar uma resposta, ainda que negativa.

Mas, fazendo o jogo do contente, para a porta fechada, três janelas se abriram:

1-   Meu trabalho foi aprovado para apresentação no Foro Iberoamericano de Comunicación y Divulgación Científica, em novembro, em Campinas-SP;

2-   Vou participar da I Mostra de Ciência e Tecnologias Sociais de Porto Velho. Com os materiais do projeto Com.Ciência Florestal;

3-   Estou ainda de licença-prêmio, trabalhando minha monografia da especialização em Jornalismo Científico na UNIVAP, cuja orientação foi definida esta semana: será feita pela Profa. Dra. Isaltina Maria de Azevedo Mello Gomes ;



Escrito por Vania Beatriz às 20h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Feriado em PVH

Feriado municipal em Porto Velho, mesmo assim fui trabalhar, pela necessidade de dar uma baixa na lista de A FAZER. Tenho tido aborrecimentos, com amig@s, com inimigos e comigo mesma.

 

Resolvi apertar a tecla DANE-SE ( para ser educada) e parei pra pensar na vida, adaptando e respondendo essa enquete, que li no blog da Zany:

 

eu quero… ser mais pontual com meus compromissos! (estou sempre atrasada!)

eu tenho… mais livros e sorte, do que juízo!

eu gostaria de não ter… que aturar a cara do meu Chefe.
eu acho…que o meu mundo seria bem melhor, se eu fosse uma pessoa mais pontual.

eu odeio… só entregar meus trabalhos no último minuto da prorrogação do prazo.

eu sinto saudades… do tempo em que eu tinha tempo para escrever diários.

eu faço…  e adoro fazer videoclipes.

eu fiz e não faria de novo… viajar de Porto Velho a Fortaleza, de ônibus! 72 horas!

eu  fui e iria de novo… à França. Voltaria todos os anos se pudesse!
eu fazia e deixei de fazer… tecer crochê.
eu escuto… música de boa qualidade, principalmente  MPB e MPA
eu cheiro… cachaça da boa. Não bebo, mas gosto do cheiro.
eu pergunto-me… porque eu não aprendo a dizer NÃO?
eu arrependo-me… .de, no inicio dos anos 80, não ter feito um book  by Reinaldo Silva Jr. (Belém-PA). Oportunidade eu tive, grana nem tanto!

eu rezo…  Prá Jesus Misericórdia

eu sinto falta… de tempo.

eu sempre… penso nos meus familiares e amigos, ausentes na presença, mas presentes nos pensamentos.

eu danço… mesmo não sabendo dançar! Fui jubilada do curso de dança!
eu canto… mesmo sendo desafinada.

eu choro… por qualquer coisa que me emocione. Hoje chorei com o anúncio do Rio de Janeiro como a cidade das Olimpíadas 2016!
eu luto… por uma Amazônia ambientalmente saudável e sustentável!
eu ganho… menos do que eu mereço, mais do que eu preciso!
eu perco a paciência … com os afobadinhos do trânsito.
eu estou… sempre fazendo muitas coisas ao mesmo tempo.
eu sou… tagarela, teimosa, adepta do consumo responsável e da “tolerância zero” para com os arrogantes.
eu fico feliz… quando minha filhota me dá 3 minutinhos de colo e conversa, dentro de uma rede.

eu tenho esperança... de ter uma casa com varandas para o Amazonas!
eu preciso... aprender a dizer NÃO!

eu deveria… trabalhar menos, me divertir mais!

eu gostaria de ter… uma super secretaria particular de serviços gerais. Que organizasse minhas contas a pagar, cobrasse os meus devedores; que reclamasse no SAC, no Procon, na Justiça ou até ao Bispo, do atendimento da VIVO, do BB Seguro Auto, e da UNIRON (pra ficar em três, as organizações que não estão me satisfazendo com seus serviços). TEMOS VAGA!



Escrito por Vania Beatriz às 19h16
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, French, Arte e cultura, Música
MSN -



Histórico


Categorias
Todas as mensagens Evento



Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Alcilene
 Alcinea
 Alys
 Alcyr Guimarães
 Carla Visi
 Cartas do Mestre
 Correa Neto
 Diário da Vovó
 Flávia Nogueira
 França:umsonhodeviagem
 Koala
 Manejo Florestal
 Pavulagens da Nutriane
 Torrado da Lili
 UOL
 Wânia
 Zany
 Sindrome de Estocolmo
 Por Onde andou meu coração
 Nath na Espanha
 Zana
 JustSara
 Farofa na Neve
 Paella com Guaraná
 Mamá em Portugal
 Anunciação
 Lucy F.
 Tetê
 Hidrelétricas do Rio Madeira